Em um relatório do Fórum Econômico Mundial, descobriu-se que mais de 50% dos trabalhadores precisarão de reskilling e upskilling para se manterem empregáveis. Ou seja, com o avanço acelerado da tecnologia, é cada vez mais importante que as empresas invistam em capacitação constante de suas pessoas colaboradoras. Afinal, é preciso estar preparado para lidar com as demandas do mercado e as novas tecnologias que surgem a todo momento. 

E é nesse contexto que entra o upskilling e o reskilling, duas estratégias que têm ganhado cada vez mais espaço no universo corporativo. Além de garantir a competitividade da organização, esses programas também visam manter os profissionais motivados e engajados. Vamos entender mais sobre o assunto? 

O que é Upskilling e Reskilling? 

A tradução direta de “upskilling” para o português seria “aperfeiçoamento de habilidades” ou “desenvolvimento de competências”.

Essa é uma palavra que tem sido bastante utilizada no mundo corporativo, principalmente nos últimos anos, e se refere ao processo de desenvolver novas habilidades e competências para se manter atualizado e competitivo no mercado de trabalho. 

De acordo com uma pesquisa da consultoria McKinsey, 69% das pessoas colaboradoras afirmam que o desenvolvimento de habilidades é importante para avançar em suas carreiras. E essa necessidade de upskilling se tornou ainda mais evidente com o avanço da tecnologia e a constante transformação do mercado de trabalho pós-pandemia. 

Já o “reskilling” para o português seria “requalificação” ou “treinamento para nova função”. 

Esse programa consiste no método de adquirir habilidades e conhecimentos para desempenhar uma nova função ou mudar de carreira. É uma estratégia importante para profissionais que buscam se adaptar às mudanças no mercado de trabalho ou às necessidades de suas empresas. 

70% dos profissionais acreditam que o desenvolvimento de habilidades é a chave para o sucesso em suas carreiras. É o que aponta o relatório feito pelo LinkedIn: ‘’The Skills Companies Need Now’’ 

O reskilling pode envolver a aquisição de novas habilidades digitais, como programação, análise de dados e inteligência artificial. No entanto, também pode envolver o desenvolvimento de habilidades “brandas”, como liderança, comunicação e gestão de projetos. 

Em uma pesquisa global da McKinsey, descobriu-se que 87% dos profissionais entrevistados estão buscando acelerar os programas de upskilling e reskilling em suas organizações. Com os dados apontados acima, fica fácil perceber a importância dos programas para manter a equipe atualizada e preparada para os desafios do mercado em constante mudança, não é mesmo?  

Para explorar em mais detalhes, listamos no próximo tópico as principais vantagens de implementar os programas no seu negócio. Confira! 

Por que implementar programas de upskilling e reskilling na sua organização? 

De acordo com um estudo realizado pela consultoria McKinsey, mais de 80% dos gestores empresariais afirmam que suas empresas estão passando por uma transformação digital. Além disso, o mesmo estudo mostra que nove em cada dez profissionais já sofrem com a falta de habilidades em algumas profissões. E 87% das empresas não possuem o talento que precisarão para o futuro do mundo corporativo

Com isso, as empresas precisam se adaptar rapidamente para acompanhar as novidades e não ficarem para trás. É aí que entram em cena os programas de upskilling e reskilling, que ajudam as empresas a capacitar sua força de trabalho e a se adaptar às mudanças do mercado. Olha só:  

Redução da rotatividade das pessoas colaboradoras 

A diminuição da taxa de turnover é um dos principais benefícios de implementar estratégias de upskilling e reskilling. Ao oferecer oportunidades de desenvolvimento profissional, as pessoas colaboradoras se sentem valorizadas pela organização, o que aumenta a sua motivação e engajamento. Com isso, a rotatividade é reduzida, evitando a perda de talentos e a necessidade de recrutar e treinar novos colaboradores. 

Aumento da produtividade 

Com o desenvolvimento de novas habilidades ou aprimoramento das habilidades já existentes, as pessoas colaboradoras se tornam mais eficientes em suas atividades.  O resultado é impacto positivo nos resultados da empresa. Além disso, a requalificação profissional permite que os colaboradores sejam aproveitados em novas áreas ou funções, trazendo novas ideias e soluções para a organização. 

Melhoria da satisfação  

Ao oferecer oportunidades de desenvolvimento profissional, a empresa demonstra o seu comprometimento com o crescimento e a evolução dos colaboradores, o que aumenta a sua satisfação e engajamento. E não é só isso! A requalificação profissional pode ser uma forma de oferecer novas oportunidades de carreira aos colaboradores, o que pode contribuir para a retenção de talentos na organização.

Esses programas podem ajudar a preparar as pessoas colaboradoras de sua empresa para novos desafios e oportunidades, além de aumentar a produtividade e a eficiência da sua equipe. Mas como implementar esses programas em sua organização? É o que vamos abordar no próximo tópico! Acompanhe. 

Como implementar programas de upskilling e reskilling  

A essa altura do texto, já é possível mensurar a importância dos programas. Mas apenas isso não basta.  É necessário pôr a mão na massa! Muitos profissionais enfrentam a implementação de upskilling e reskilling como uma tarefa desafiadora, mas existem algumas etapas que podem ajudar a tornar o processo mais simples e eficaz. Aqui estão algumas sugestões:

Identifique as habilidades para o seu negócio

Antes de implementar um programa de upskilling ou reskilling, é importante identificar as habilidades necessárias para as pessoas colaboradoras da empresa. Isso pode envolver a realização de pesquisas para identificar as lacunas de habilidades, entrevistas com colaboradores e gestores para entender quais habilidades são importantes para a organização e a analisar os dados do desempenho passado dos profissionais.

Desenvolva planos de treinamento  

Uma vez identificadas as habilidades necessárias, é importante desenvolver programas de treinamento personalizados para cada pessoa colaboradora. Esses planos devem incluir as habilidades específicas que cada profissional precisa desenvolver e como elas podem ser desenvolvidas. Os planos também devem levar em consideração o tempo disponível para treinamento e o orçamento disponível para o programa.

Defina metas

Isso ajudará a manter todos focados nos objetivos e motivados para alcançá-los. Certifique-se de que seus objetivos sejam realistas e mensuráveis para que você possa avaliar o sucesso de seus programas. 

Ofereça treinamento contínuo e oportunidades de aprendizagem 

O aprendizado não para! Oferecer treinamento contínuo é fundamental para garantir que as pessoas colaboradoras estejam atualizadas com as últimas habilidades e conhecimentos. Além disso, oportunidades de aprendizado, como cursos on-line, podem ajudar a aprimorar as habilidades de sua equipe e incentivá-los a se desenvolverem profissionalmente. 

Crie um ambiente de aprendizado positivo e colaborativo  

É essencial que as pessoas colaboradoras estejam motivadas a participarem dos programas de upskilling e reskilling. Certifique-se de que seus programas sejam interativos e envolventes. Recompensar os colaboradores que participam ativamente dos programas de treinamento pode ser uma boa forma de ajudar a incentivar a integração da equipe. 

Como medir os resultados? 

Se você está investindo em programas de upskilling e reskilling em sua organização, é importante mensurar os resultados desses programas. Afinal, você quer saber se está obtendo um retorno positivo do investimento em tempo e recursos em sua equipe. Mas como medir os resultados desses programas? Listamos algumas dicas práticas para ajudar. Vamos lá!

Identifique as métricas de sucesso 

As métricas podem variar dependendo dos objetivos específicos do programa, mas podem incluir aumento da produtividade, redução do tempo de treinamento e melhoria da qualidade do trabalho. Certifique-se de que suas métricas sejam mensuráveis e realistas para que você possa avaliar o sucesso dos programas. 

Colete feedbacks  

As pessoas colaboradoras são os principais beneficiários dos programas de upskilling e reskilling. Portanto, é importante coletar feedback para entender como esses programas estão afetando sua carreira e desempenho no trabalho. Para isso, realize pesquisas ou entrevistas individuais para coletar opiniões e avaliações do programa. Isso pode ajudar a identificar áreas de melhoria e aprimorar seus programas no futuro. 

Analise o desempenho da equipe 

Isso pode ser feito por meio de avaliações de desempenho, revisões de projetos ou análise de dados de vendas. Compare os resultados antes e depois do programa e veja se há uma melhoria significativa na produtividade, qualidade do trabalho ou outras métricas de sucesso identificadas. 

Avalie o ROI 

Por fim, verifique o retorno sobre o investimento (ROI). Analise o custo total do programa com os benefícios obtidos, como aumento da produtividade, redução da rotatividade de pessoas colaboradoras ou melhoria da qualidade do trabalho. Se o ROI for positivo, isso significa que os programas estão gerando um retorno significativo para sua organização.  

Para finalizar 

Investir em programas de upskilling e reskilling é uma maneira importante de manter as pessoas colaboradoras engajadas e atualizadas com as habilidades necessárias para o sucesso de sua empresa. É uma forma de garantir que sua equipe esteja equipada para enfrentar os desafios do mercado em constante evolução. 

No entanto, é importante lembrar que o sucesso desses programas não é garantido. É necessário um planejamento cuidadoso, uma comunicação clara e um ambiente de aprendizagem positivo para garantir que os profissionais sejam incentivados a se envolver e a aplicar as habilidades aprendidas no trabalho. 

Além disso, é fundamental medir os resultados dos programas de upskilling e reskilling para entender o impacto desses programas em sua organização. Identificar métricas de sucesso, coletar feedback das pessoas colaboradoras, analisar o desempenho da equipe e avaliar o ROI são maneiras eficazes de medir o bom desempenho desses programas. 

Em suma, implementar programas de upskilling e reskilling é um investimento em seu maior ativo, as pessoas colaboradoras. Com um compromisso contínuo com o desenvolvimento da equipe, sua organização pode se destacar no mercado e alcançar o sucesso a longo prazo. 

(Visited 25 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.