No mercado atual, reter talentos qualificados é essencial para o sucesso de uma empresa. Mas como podemos garantir que os profissionais talentosos que contratamos permaneçam engajados e comprometidos com a organização a longo prazo? É aqui que entra o poderoso processo de onboarding.

Imagine um cenário em que um novo contratado entra pela porta da empresa, ansioso e cheio de expectativas para sua nova jornada profissional. O onboarding é o momento-chave em que a empresa pode criar uma impressão marcante e positiva nesses talentos, estabelecendo as bases para uma relação duradoura. Vamos entender um pouco mais sobre o assunto?

O que é onboarding?

Um termo que você provavelmente já ouviu, mas talvez não tenha compreendido completamente. O onboarding é um programa estruturado de integração de novas pessoas colaboradoras em uma organização. Ele visa proporcionar aos novos contratados todas as ferramentas necessárias para se adaptarem e se destacarem em sua nova função.

Ao adotar uma abordagem de onboarding eficaz, a empresa demonstra que valoriza seus talentos desde o momento em que eles entram pela porta. Isso inclui fornecer informações claras sobre a cultura organizacional, os valores, as expectativas e as oportunidades de crescimento existentes. Parece muita informação? Calma que a gente vai te ajudar! Todos esses pontos serão abordados ao longo do texto. Então, continue lendo!

Como proporcionar uma experiência positiva desde o início?

A experiência inicial de um novo colaborador pode ter um impacto significativo em sua decisão de permanecer na empresa. Um onboarding bem estruturado e acolhedor cria um ambiente propício para que os talentos se sintam valorizados, motivados e engajados em sua nova função.

Imagine a diferença entre um novo contratado que é recebido com entusiasmo, recebe um tour pela empresa, conhece sua equipe de trabalho, recebe apoio e orientação durante os primeiros dias e tem acesso a recursos para desenvolver suas habilidades. Essa pessoa terá uma visão positiva da empresa, se sentirá parte integrante do time e terá mais chances de se comprometer com seu trabalho. Não é mesmo?

Por outro lado, uma pessoa colaboradora que é deixada à própria sorte, sem orientação adequada e sem um acolhimento caloroso, pode se sentir desorientada e desmotivada, o que pode levar à insatisfação e, eventualmente, ao desligamento precoce.

A conexão entre onboarding e retenção de talentos

Agora que entendemos o que é onboarding, vamos mergulhar em como essa prática pode impulsionar a retenção de talentos em sua organização. Acredite ou não, um programa de onboarding eficiente pode fazer maravilhas para diminuir a taxa de rotatividade e aumentar o engajamento dos colaboradores. Mas como exatamente isso acontece?

Os números pode nos dar uma ideia. O estudo realizado pela Brandon Hall Group mostrou que empresas que contam com um programa de onboarding bem estruturado tem sua taxa de retenção de talentos aumentada em 82% e sua produtividade em 70%. Isso mesmo, o simples fato de fornecer uma experiência positiva e acolhedora desde o início pode fazer com que seus talentos permaneçam por muito mais tempo.

Aqui está o porquê: um onboarding eficiente ajuda a estabelecer uma conexão emocional entre os novos colaboradores e a organização. Ao fornecer informações claras sobre a cultura da empresa, valores, objetivos e expectativas, você está mostrando aos novos membros da equipe que eles fazem parte de algo maior. Isso ajuda a fortalecer o senso de pertencimento e o alinhamento cultural, fazendo com que se sintam valorizados desde o início.

Mas não para por aí! Um onboarding bem estruturado também ajuda as pessoas colaboradoras a entenderem sua função e as expectativas em relação ao seu desempenho. Eles recebem treinamento adequado, são apresentados às equipes com as quais irão trabalhar e têm a oportunidade de fazer perguntas e esclarecer dúvidas. Isso os coloca em uma posição vantajosa para ter sucesso em seu novo papel, o que, por sua vez, aumenta o engajamento e a satisfação no trabalho.

Você deve estar se perguntando: “Mas isso é apenas teoria, certo?” Errado! Pesquisasmostram que empresas com programas de onboarding eficazes têm taxas de retenção de funcionários significativamente mais altas. Em um levantamento do Workplace Learning Report do LinkedIn, concluiu que 93% dos profissionais ficariam mais tempo em uma organização se ela investisse em programas de integração e desenvolvimento.

Além disso, os dados também mostram que colaboradores que passam por um onboarding eficiente têm maior probabilidade de se tornarem embaixadores da empresa, recomendando-a para outras pessoas e contribuindo para uma cultura organizacional positiva. 

Compreendemos a importância do onboarding na retenção de talentos, mas o processo vai além disso. Agora, vamos explorar algumas dicas práticas para criar um programa de integração eficaz. Continue sua jornada com a gente!

Elementos essenciais de um programa de onboarding eficaz

Nesta altura do texto, você provavelmente já está ciente da importância de um bom onboarding para a integração bem-sucedida de novos colaboradores. Mas o que exatamente torna um programa de onboarding eficaz? É o que vamos descobrir a seguir. Confira!

Preparação antecipada

Um bom programa de onboarding começa muito antes do seu primeiro dia de trabalho. O planejamento prévio envolve a criação de um cronograma detalhado, a designação de um mentor ou buddy para auxiliar o novo membro e a preparação de todos os materiais e recursos necessários. Dessa forma, a pessoa colaboradora pode se sentir confiante e preparada antes mesmo de colocar os pés no escritório.

Acolhimento caloroso

Afinal, quem não gosta de se sentir bem-vindo? O primeiro dia de trabalho pode ser repleto de emoções e nervosismo, mas se a empresa proporcionar um ambiente acolhedor, onde os colegas de trabalho estendem a mão e os líderes demonstram interesse genuíno em conhecê-los, a adaptação será muito mais fácil. Atividades como almoços de boas-vindas ou cafés informais ajudam a criar conexões pessoais e a construir relacionamentos positivos desde o início.

Clareza nas expectativas

Nada é mais frustrante do que iniciar um novo emprego e não ter clareza sobre o que é esperado de você. Durante o processo de onboarding, é crucial que as expectativas sejam comunicadas de forma clara e concisa. Isso inclui metas, prazos, políticas e procedimentos relevantes. Ao entender claramente o que é esperado, você poderá se concentrar em atingir os objetivos e entregar resultados desde o início.

Integração na cultura da empresa

A cultura organizacional desempenha um papel crucial no sucesso das novas pessoas colaboradoras. Portanto, é importante dedicar tempo para integrá-las na cultura da empresa. Isso pode envolver atividades de team building, compartilhamento dos valores e missão da empresa e incentivo à participação em eventos sociais ou grupos internos.

Avaliação contínua

Realize avaliações regulares do programa de integração para identificar pontos fortes e áreas de melhoria. Solicite feedback tanto da nova pessoa colaboradora quanto da equipe envolvida no processo, e faça os ajustes necessários para aprimorar a experiência de integração.

Para finalizar…

Concluindo, o onboarding é uma peça fundamental no quebra-cabeça da retenção de talentos. É como uma chave mágica que abre as portas para o sucesso das organizações. Por isso, é essencial que os gestores e profissionais de Recursos Humanos invistam tempo e recursos na criação de um programa eficiente e personalizado.

Mas não se engane, o onboarding não é apenas um evento de boas-vindas no primeiro dia ou semana de trabalho. Ele é um processo contínuo, uma jornada necessária que acompanha as pessoas colaboradoras ao longo dos primeiros meses de trabalho. É uma oportunidade para transmitir conhecimentos, estabelecer conexões e mergulhar na cultura e nos valores da empresa.

Quando bem feito, o onboarding traz uma ampla gama de benefícios. Os colaboradores se sentem valorizados, entendem claramente suas funções e responsabilidades, e se tornam parte integrante da equipe de forma mais rápida e eficiente. Isso, por sua vez, impulsiona a produtividade e o engajamento dos profissionais, gerando um impacto positivo no desempenho da organização como um todo.

Agora que você conhece os segredos do onboarding para a retenção de talentos, está pronto para colocá-los em prática? Não perca tempo, comece a desenvolver um programa eficiente e colha os frutos de uma equipe cada vez mais comprometida e motivada!

(Visited 33 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.