Sua empresa é um bom lugar para se trabalhar? Tirando o salário, quais são os atrativos para atrair e reter talentos? A experiência dos colaboradores é realmente satisfatória? Responder essas perguntas é uma forma de refletir sobre o clima organizacional e compreender o que pode ser melhorado na relação com os colaboradores. E isso nunca foi tão importante˜

Para além das vantagens no competitivo mercado de trabalho, a experiência dos colaboradores gera melhores resultados para a empresa como um todo, seja pelo aumento na produtividade, seja pelo melhor relacionamento com clientes. Diante desse cenário, existe um conceito que vem ganhando cada vez mais relevância: o Employee Value Proposition (EVP). 

Neste post, vamos explicar detalhadamente o que é EVP, mostrar sua importância na prática e passar dicas para você definir e aprimorar esse importante elemento da sua gestão. Acompanhe!

O que é o Employee Value Proposition (EVP)?

Em uma tradução literal para o português, o termo Employee Value Proposition pode ser entendido como Proposta de Valor para o Colaborador. Com essa definição já dá para ter uma ideia do que estamos falando, não é? O EVP nada mais é do que um pacote de atrativos, financeiros ou não, oferecidos para os colaboradores da empresa. 

Trata-se de um conceito chave para qualquer empresa que busque se fortalecer como marca empregadora. O sucesso do employer branding, afinal, depende da eficácia do RH em proporcionar experiências positivas para os colaboradores. E isso requer atenção em diversas frentes. 

É importante ressaltar que, sim, o salário sempre será um dos atrativos mais importantes para o EVP. Contudo, depender apenas de salários competitivos pode levar ao enfraquecimento no mercado de recrutamento. Outros elementos que podem compor um bom EVP são:

  • benefícios flexíveis;
  • ambiente de trabalho bem estruturado;
  • planos de saúde e odontologia;
  • rotinas de trabalho flexíveis;
  • cultura organizacional inclusiva;
  • políticas de promoções claras;
  • planos de desenvolvimento individual;
  • etc.

Naturalmente, a proposta de valor ideal varia de empresa para empresa, de segmento para segmento. Então, como definir o seu EVP? É o que discutimos no próximo tópico.  

Como definir o seu EVP?

Para começar, é preciso ter em mente que o EVP deve fazer parte do DNA da empresa, acompanhando os valores que compõem a cultura e o clima organizacional. Sendo assim, é vital que o desenvolvimento da proposta de valor inclua não apenas o RH, mas também lideranças e gestores. 

Com as pessoas certas envolvidas no projeto, você pode começar refletindo que tipos de vantagens oferecidas pela empresa podem auxiliar na atração e retenção de talentos. Recrutadores experientes terão insights relevantes para a conversa, extraídos de entrevistas, processos seletivos e contratações. 

Contudo, é importante não se basear apenas no caráter intuitivo da questão. Estudos são necessários para compreender melhor o perfil dos colaboradores que você quer atrair. É aí que entram as pesquisas internas de clima e satisfação. Ouvir o que os colaboradores têm a dizer é o básico para aprimorar suas experiências. 

A estratégia deve envolver, também, colaboradores que deixaram a empresa. Entrevistas de saída são importantes para colher feedbacks e entender o que pode ser feito para evitar futuros casos de turnover. Algo semelhante pode ser feito com os candidatos que recusaram a vaga e preferiram outra empresa. 

Qual é a importância de um bom EVP?

Uma das principais vantagens de contar com um bom EVP é a construção de uma marca empregadora. Esse movimento, por si só, gera uma série de outros benefícios, que vão muito além da retenção e atração de talentos. Como sabemos, empresas que tratam bem seus colaboradores também são bem vistas pelos consumidores. 

Outro fator é a produtividade. Quando a proposta de valor é qualificada, o colaborador trabalha mais feliz. E felicidade é o melhor combustível para elevar o nível de motivação e garantir que cada membro da equipe entregue o melhor de si. Investir em um bom EVP, portanto, significa investir diretamente nos resultados do negócio. 

Como aprimorar o Employee Value Proposition na sua empresa?

Toda empresa tem um EVP, mesmo que não saiba disso. Afinal, o simples ato de oferecer uma vaga é uma proposta de valor.  A questão, portanto, é como enriquecer essa proposta, e o primeiro passo é assimilar sua existência e importância. Esse passo você já deu, agora, vamos a algumas dicas práticas para aprimorar seu EVP. 

Pesquisas de clima

Organizar pesquisas periódicas para entender o clima organizacional é crucial para identificar o que está funcionando e o que pode ser melhorado dentro de uma estratégia de EVP. 

Aqui, diversas metodologias podem ser aplicadas, como o eNPS e as pesquisas Pulse. O crucial é dar espaço para que os colaboradores deem feedback sobre a experiência no trabalho. 

Mentalidade de gestão horizontal

Foi-se o tempo em que a hierarquia era o fator predominante nas relações de trabalho. O mundo corporativo moderno exige que líderes exerçam uma gestão mais horizontal, de modo a reconhecer e valorizar a importância de cada colaborador. Isso cria um clima colaborativo, tornando a construção de um bom EVP muito mais fácil.

A gestão humanizada também é vital para possibilitar feedbacks realmente construtivos, muitas vezes dados de forma espontânea. Dessa forma, cria-se um ambiente rico em insights para aprimorar a Employee Value Proposition. 

Diversidade e Inclusão

Trabalhar políticas de diversidade e inclusão não é meramente uma boa prática de ESG. Trata-se de um movimento extremamente importante para garantir um ambiente de trabalho acolhedor e inclusivo. Para todos e todas. Equipes diversas tendem a ser mais criativas e acabam se tornando um atrativo para os melhores talentos do mercado. 

Plano de desenvolvimento

Ninguém quer passar a vida toda no mesmo lugar, não é? Colaboradores de todas as áreas e indústrias pensam em crescer profissionalmente, e não estamos falando apenas de dinheiro. É claro que um aumento de salário importa, mas um plano claro de desenvolvimento é um atrativo e tanto, especialmente para talentos mais jovens. 

Benefícios flexíveis

Equipes multigeracionais, diversas e híbridas são cada vez mais comuns. Em um primeiro olhar, pode parecer um desafio oferecer benefícios que agradem a todos os colaboradores, considerando suas diferentes realidades e necessidades. Em um segundo olhar, contudo, a solução fica clara: benefícios flexíveis. 

Hoje, os benefícios flexíveis são vantagens competitivas consideráveis na disputa por talentos. Não é por acaso, já que eles proporcionam autonomia e liberdade aos colaboradores, que podem remanejar o saldo entre os diferentes benefícios selecionados pelo RH. Trata-se de um elemento do EVP que extrapola a própria vida no trabalho. 

O Employee Value Proposition é um conceito fundamental para o RH moderno, que entende a experiência dos colaboradores como um fator vital para o sucesso da empresa como um todo. Se você ainda não conta com uma abordagem clara de EVP, não perca mais tempo: converse com líderes e colaboradores para enriquecer sua gestão de pessoas. 

(Visited 585 times, 3 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.