Mesmo que uma empresa se destaque com suas tecnologias e estrutura de ponta, o principal fator para o sucesso de um negócio são as pessoas que o compõe, ou seja, os colaboradores. Ter equipes engajadas com a empresa traz resultados muito mais notáveis do que locais que consideram “trabalho apenas trabalho”.

Projetos executados com assertividade, produtividade e menor taxa de rotatividade são apenas algumas das vantagens em ter funcionários com sentimento de pertencimento, no entanto, construir esse ambiente ainda é um desafio para várias organizações. 

Vamos entender um pouco mais sobre esse sentimento e como formá-lo!

O que é o sentimento de pertencimento

Muitas empresas utilizam o termo “vestir a camisa” para promover equipes engajadas, embora seja válido, aqui vamos além dessa expressão.

O sentimento em questão é uma ligação psicológica que o funcionário tem com a organização, que o torna parte de um grupo fazendo o trabalho não ser apenas um vínculo profissional.

Isto está relacionado com as sensações de ser acolhido e valorizado no local de trabalho, com o bem-estar do colaborador, promovendo o comprometimento com as metas da empresa, satisfação individual e coletiva, engajamento e retenção de talentos. 

É importante que a cultura organizacional seja bem estruturada e que a equipe de recursos humanos seja capacitada para desenvolver ações promotoras desse sentimento. 

Importância e vantagens de incentivar a sensação de pertencimento

A desconexão do funcionário com a empresa pode afetar a saúde mental e física das pessoas e, consequentemente, o alcance dos objetivos do negócio, aumentar o turnover e prejudicar a imagem da marca no mercado. 

Em contrapartida, uma boa relação melhora o bem-estar das equipes, incentiva o desenvolvimento e proatividade, otimizando os resultados.

Além disso, colaboradores que colocam propósito no trabalho e tem objetivos alinhados ao da empresa tornam processos mais assertivos, têm mais confiança ao executar tarefas, auxiliam no ritmo de crescimento do negócio, buscam inovação e entregas mais eficientes. 

A retenção de talentos também é um forte ponto, pois sentindo que pertence a aquele lugar, mesmo com outras propostas o indivíduo provavelmente optará por permanecer e crescer junto à organização.

O RH deve ficar atento em fatores como rotatividade, produtividade geral e engajamento de equipes para poderem tomar medidas preventivas, agindo a fim de mitigar riscos. 

Como promover este sentimento?

Não apenas o pessoal de recursos humanos deve estar envolvido, mas todos os gestores e líderes, para garantir uma cultura organizacional que promova o sentimento de pertencimento desde a fase de integração dos colaboradores.

Pesquise o clima da organização

Pesquisas internas são fundamentais para compreender o momento que os funcionários estão vivendo dentro da empresa, o cenário atual. Estabelecendo um período para realizá-las é possível manter o diagnóstico atualizado sobre pontos fortes e fracos de acordo com a perspectiva dos colaboradores.

Se propondo a ouvir as equipes, além de ter dados sobre o bem-estar geral, também trabalha na confiança e na validação dos sentimentos das pessoas, aumentando o sentimento de pertencimento e valorização.

Tenha uma comunicação transparente

Uma boa comunicação interna é essencial para manter um bom alinhamento sobre a situação da empresa e como cada um tem um papel importante para executar. A equipe tende a sentir mais confiança para participar de discussões trazendo o ideal de que são realmente um grupo.

Ademais, evitando conversas paralelas, os profissionais não irão se sentir inseguros quanto o momento que a organização vive e suas decisões. As informações relevantes são comunicadas de forma oficial, aumentando o vínculo de confiança.

Reconheça conquistas

Algumas empresas celebram apenas grandes objetivos alcançados e, mesmo que seja válido, pode transmitir a sensação de que outros feitos não merecem ser reconhecidos, o que afasta o colaborador da importância da sua atividade. Por isso, é muito importante que exista o incentivo a celebração de diversos trabalhos bem executados.

Não necessariamente precisa ser feito de forma hierárquica ou com incentivos financeiros, mas estimular que a prática de reconhecer resultados seja parte da rotina de todos. Algumas organizações dispõem até de momentos voluntários para que colaboradores possam compartilhar feitos da vida pessoal!

Invista no bem-estar

Locais que valorizam um ambiente saudável e acolhedor estão cada vez mais em destaque no mercado, não apenas pelos resultados promissores, mas porque profissionais também estão valorizando mais o bem-estar, procurando trabalhos além do vínculo empregatício onde possam alinhar propósitos e crescer.  

Equipes diversas, com um employee value proposition (EVP) integrado, tendem a se sentirem engajadas no que fazem, buscam por melhoria contínua nas atividades, auto desenvolvimento que levam a proatividade, entre outros fatores positivos para a organização. Ao gerar o sentimento de pertencimento nos colaboradores, você gera profissionais mais engajados e melhor os resultados da empresa. 


Quer saber mais sobre o universo RH? Acesse nosso e-book exclusivo sobre people analytics!

(Visited 188 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.